Fonte: Omelete

Netflix anunciou no Twitter a alteração da polêmica cena de suicídio do episódio final da primeira temporada de 13 Reasons Why. A sequência em questão foi considerada gráfica e criticada pela romantização do suicídio, com estudos mostrando que o número de suicídios entre jovens americanos aumentou desde o lançamento da série.

“Nós ouvimos de muitos jovens que 13 Reasons Why encorajou-os a falar sobre assuntos difíceis como depressão e suicídio, e a procurar ajuda, pela primeira vez. Nos preparando para lançar a terceira temporada este ano, nós estivemos cientes do debate em relação à série. Seguindo o conselho de experts médicos, incluindo a Dra. Christine Moutier, médica chefe da Fundação Americana para Prevenção do Suicídio, decidimos, com o criador Brian Yorkey e os produtores, cortar a cena em que Hannah tira sua própria vida na 1ª temporada”. 

Ver imagem no Twitter

A cena em questão acontecia no fim da primeira temporada, quando a protagonista entrava em uma banheira e cortava os próprios pulsos. A nova versão, já disponível na Netflix, mostra Hannah apenas se olhando no espelho antes de entrar na banheira, e sua mãe descobrindo seu corpo mais tarde.

Na época de lançamento da primeira temporada, muitos especialistas apontaram que 13 Reasons Why poderia servir como gatilho para pessoas que já tinham pensamentos suicidas, principalmente por ter uma cena forte e muito gráfica.

O seriado ganhou uma segunda temporada em 2018 e a terceira deve ser lançada em 2019. Os dois primeiros anos estão disponíveis na Netflix.