O filme “Coringa”, de Todd Philips, lindera disputa do Oscar com 11 indicações. “O Irlandês”, de Martin Scorsese, “Era uma vez em Hollywood”, de Quentin Tarantino, e “1917″, de Sam Mendes, dividem a segunda colocação na lista, com 10 indicações cada. Brasil está na competição na categoria Melhor Documentário com “Democracia em Vertigem”, filme de Petra Costa que mostra o processo de impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff e a polarização política no Brasil. A cerimônia de entrega dos prêmios acontece no dia 9 de fevereiro, em Los Angeles.
 

“Coringa” se tornou a produção baseada em quadrinhos com mais indicações da história do Oscar

“Coringa” se tornou a produção baseada em quadrinhos com mais indicações da história do Oscar
 
“Coringa” se tornou a produção baseada em quadrinhos com mais indicações da história do Oscar, superando “Batman: O Cavaleiro das Trevas” (2008), com oito nomeações, e “Pantera Negra” (2019), com 7. Dentre as categorias em que o filme aparece na disputa, estão Melhor Filme, Direção e Ator – categoria que o ator Joaquin Phoenix já faturou o Globo de Ouro na semana passada.

Neste Oscar a Netflix confirma sua forte presença na festa de Hollywood com 24 indicações, sendo que 10 delas são por “O Irlandês”,  produção que compete nas principais indicações, como filme, direção, ator coadjuvante (Al Pacino e Joe Pesci), fotografia e roteiro adaptado. Da mesma plataforma de streaming, “História de um Casamento” recebeu seis indicações. O drama sobre a dissolução de um matrimônio garantiu vaga para seu casal de protagonistas (Scarlet Johansson e Adam Driver), além de Laura Dern, que no Globo de Ouro levou o prêmio de coadjuvante. O longa foi escrito e dirigido por Noah Baumbach, que concorre nas duas categorias. Coincidentemente, a namorada de Baumbach, Greta Gerwing, também concorre na categoria de roteiro, mas do tipo adaptado, por “Adoráveis Mulheres”.

Na disputa de melhor filme estrangeiro, vem como franco favorito “Parasita”, do sul-coreano  Bong Joon Ho. O longa já ganhou a Palma de Ouro do festival de Cannes 2019 e o melhor filme de língua estrangeira no Globo de Ouro. A obra também entra para  história como primeira produção da Coreia do Sul a ser indicada na lista de melhor Filme, Direção, Edição, Design de Produção e Roteiro Original, tudo isso com uma narrativa que retrata os desdobramento de uma família desempregada que se infiltra em uma família burguesa.
 
Cerimônia do Oscar será dia 9 de fevereiro
 
Melhor filme
– Ford vs. Ferrari

– O Irlandês

– Jojo Rabbit

– Coringa

– Adoráveis Mulheres

– História de um Casamento

– 1917

– Era Uma Vez…Em Hollywood

– Parasita

Melhor Ator
– Antonio Banderas, Dor e Glória

– Leoardo DiCaprio, Era Uma Vez em… Hollywood

– Adam Driver, História de um Casamento

– Joaquin Phoenix, Coringa

– Jonathan Price, Dois Papas

Melhor Atriz
– Cythia Erivo, Harriet

– Scarlett Johansson, História de um Casamento

– Saoirse Ronan, Adoráveis Mulheres

– Charlize Theron, O Escândalo

– Renée Zellweger, Judy

Melhor Ator Coadjuvante
– Brad Pitt, Era Uma Vez…Em Hollywood

– Al Pacino, O Irlandês

– Joe Pesci, O Irlandês

– Anthony Hopkins, Dois Papas

– Tom Hanks, Um Lindo Dia na Vizinhança

Melhor Atriz Coadjuvante
– Laura Dern, História de um Casamento

– Kathy Bates, O Caso Richard Jewell

– Scarlett Johansson, Jojo Rabbit

– Florence Pugh, Adoráveis Mulheres

– Margot Robbie, O Escândalo

Melhor Direção
– Martin Scorsese, O Irlandês

– Todd Phillips, Coringa

– Sam Mendes, 1917

– Quentin Tarantino, Era Uma Vez em… Hollywood

– Bong Joon Ho, Parasita

Melhor Roteiro Adaptado
– O Irlandês

– Jojo Rabbit

– Coringa

– Adoráveis Mulheres

– Dois Papas

Melhor Roteiro Original
– Entre Facas e Segredos

– História de um Casamento

– 1917

– Era Uma Vez em… Hollywood

– Parasita

Melhor Fotografia
– 1917

– Era Uma Vez Em Hollywood

– Coringa

– O Irlandês

– O Farol

Melhor Filme Internacional
– Corpus Christi

– Honeyland

– Os Miseráveis

– Dor e Glória

– Parasita

Melhor Documentário
– American Factory

– Learning to Skateboard In a Warzone (If You’re A Girl)

– The Cave

– Democracia em Vertigem

– For Sama

– Honeyland

Fonte: Tribuna do Norte