Fonte: Terra

A defesa do ex-goleiro Bruno entrou na Justiça com pedido de progressão de pena para o regime semiaberto com base em cálculos de tempo de estudo e trabalhos feitos pelo detento, dentro do sistema prisional, que reduziriam o período de prisão do ex-atleta. Bruno está preso em Varginha, no sul de Minas Gerais.

O ex-goleiro foi preso em 2010 e em seguida condenado por homicídio triplamente qualificado de Eliza Samudio, com quem teve um filho. A pena aplicada ao ex-jogador foi superior a 20 anos e nove meses de prisão. Para ter acesso ao regime semiaberto, o ex-atleta precisaria cumprir sete anos e seis meses da pena, depois de aplicadas atenuações, por ser réu confesso.