Fonte: Omelete

Um novo estudo da CAA e a da Shift7 aponta que, em média, filmes com protagonistas femininas têm bilheterias maiores do que produções centradas em homens (via Deadline).

De janeiro de 2014 a dezembro de 2017, foram analisados 350 filmes, dos quais apenas 105 tinham como personagens principais mulheres. Em todas as categorias de arrecadação (abaixo de US$10 milhões; entre US$10 milhões e US$30 milhões; entre US$30 milhões e US$50 milhões; entre US$50 milhões e US$100 milhões; e acima de US$100 milhões), estas produções tiveram desempenho superior, em média, àquelas com homens no centro da trama. Na categoria de maior arrecadação, por exemplo, os filmes com protagonistas femininas fizeram US$586 milhões, enquanto aqueles com protagonistas homens arrecadaram US$514 milhões.

“Essa é uma poderosa prova de que o público quer ver todo mundo representado na tela. As pessoas que tomam as decisões em Hollywood precisam prestar atenção nisso”, disse Amy Pascal, uma das chefes da pesquisa e antiga executiva da Sony Pictures.