Em oito dias, o mutirão de limpeza realizado pela Prefeitura de Natal já coletou 1.300 kg de resíduos nas regiões Norte e Sul da cidade. Esse índice representa um incremento de 60% do que é recolhido normalmente pela Companhia de Serviços Urbanos de Natal (Urbana), responsável pelo serviço de limpeza pública. Ao todo, juntando o trabalho do mutirão e o material retirado das ruas regularmente, já são mais de 3.500 quilos. A expectativa é de que, ao final dessa primeira etapa do serviço, prevista para ser finalizada na próxima sexta-feira (4), o mutirão consiga recolher 8 toneladas de lixo.

O mutirão teve início no último dia 23 e já concluiu o trabalho na zona Norte, abarcando todos os pontos críticos da região, bem como, de acordo com o departamento de Operações da Urbana, o serviço seja concluído neste início de semana na zona Sul. Os trabalhos vão avançar para as regiões Oeste e Leste ainda esta semana.

Em horário diferenciado, das 16 horas às 23 horas, a Urbana concentra a atuação nos grandes pontos crônicos de lixo das regiões mapeadas. O trabalho está sendo feito com o apoio de 25 caçambas, cinco máquinas pás carregadeiras e 100 trabalhadores da Urbana, entre motoristas, agentes, encarregados e equipes de apoio.

O prefeito de Natal, Álvaro Dias, ressalta os bons números do mutirão: “A limpeza pública é uma área estratégica para a nossa gestão. Identificamos esse problema e agimos rapidamente para solucionar a questão e os resultados estão sendo satisfatórios, mas não vamos descansar. Ninguém quer viver em uma cidade suja”, destaca ele. Que acrescenta: “Em primeiro lugar, estamos pensando no bem-estar dos natalenses, como também estamos pensando na economia da cidade, visto que precisamos tratar bem a imagem de Natal, pois temos uma forte vocação turística e ninguém vai querer visitar um lugar mal cuidado. Seguiremos trabalhando para ampliar esse serviço de coleta”.

O diretor de Operações da Urbana, Glauber Nóbrega, também faz um balanço positivo da iniciativa. “Alcançamos uma marca substancial. A nossa equipe está se esforçando bastante para limpar as nossas vias e comunidades. Concluímos a Zona Norte e estamos finalizando os serviços na Zona Sul para poder atacar os pontos críticos das outras duas regiões. No que depender da Urbana, vamos trabalhar com ainda mais afinco para evitar novos acúmulos de resíduos na cidade”, afirma o diretor.

Ele ressalta ainda a importância que a população nesse trabalho de conservação da capital potiguar. “Os natalenses devem e precisam contribuir com a cidade. De que maneira isso pode ser feito? Descartando de forma correta os resíduos domésticos; respeitando os horários da coleta residencial em seus bairros; caso produzam entulhos e restos de materiais de construção, também acionar o serviço correto de descarte; enfim, são pequenas ações que, se todos ajudarem, teremos uma cidade mais limpa e os transtornos causados pelo acúmulo de resíduos serão minimizados”, aponta Glauber Nóbrega.

Fonte: Portal no Ar