Hoje no Manhã da Pan, Fernanda Araújo comandou um bate papo super legal com a nossa musa Luana Falcão sobre Imunidade. Com essa mudança de tempo na cidade, repleta de dias cheios com frio e chuva, vale a pena conferir o resumo do quadro NO GÁS desta sexta-feira, 27/04, e se prevenir contra doenças.

1- O que significa “baixar a imunidade”?

Sabemos que IMUNIDADE é o mecanismo de defesa que nosso corpo tem contra doenças, principalmente as infecciosas. Então, baixar a imunidade significa que nosso corpo não está preparado para nos defender adequadamente, nos deixando mais vulneráveis à doenças. São sinais de baixa da imunidade: gripe frequente, herpes, estomatites, cansaço, fadiga crônica ou prisão de ventre.

 

2- De que forma podemos aumentar a imunidade a partir da alimentação?

A partir de alimentos ricos em vitaminas e minerais como Vitamina C, A e E, Zinco, Selênio, Magnésio, betacaroteno, Ômega 3, alimentos antioxidante, que combatem os radicais livres. São alimentos que apresentam nutrientes responsáveis por baixar a imunidade: frutas em geral, vegetais como cenoura, brócolis, vagem, beterraba, tomate, ovo.

 

3- O que são probióticos e prebióticos?

Probióticos são microorganismos vivos que ajudam no equilíbrio da flora intestinal. Na alimentação podemos achá-los em iogurtes, leites fermentados, coalhadas e kefir. Outra forma de utilizar essas bactérias é a partir de fórmulas manipuladas. Nutricionistas ou médicos podem prescrevê-las de acordo com a necessidade do paciente.  Já os prebióticos são fibras que favorecem a multiplicação dessas bactérias, como exemplos de alimentos temos o alho, aspargo, cebola, maçã, banana e a aveia. Então, é ideal manter o consumo dos dois para garantir a saúde intestinal.

 

4- Como essas bactérias podem ajudar na imunidade?

A saúde de todo o corpo começa pelo intestino. Então, se você tem um mau funcionamento intestinal, provavelmente sua saúde estará comprometida. O uso de probióticos será bastante útil para garantir essa saúde intestinal, evitando essa baixa na imunidade. Não existe uma idade, a criança após que começa a ter alimentação complementar até a 3ª idade pode fazer uso.Um caso pertinente é o de pessoas que fazem uso aleatório de antibióticos, porque eles matam essas bactérias, deixando-nos mais vulneráveis à doenças. Então, em qualquer pessoa que esteja fazendo uso desses medicamentos é primordial o uso de probióticos.

 

5- Praticar atividade física ajuda ou atrapalha a imunidade?

No geral, ajuda, porque praticar exercícios é uma forma de nos deixar mais fortes e resistentes às doenças. Só é preciso tomar cuidado em casos específicos como atletas de alto rendimento. Às vezes, eles querem treinar mais do que é necessário, sem respeitar o descanso e isso pode acabar baixando a imunidade.