Número de doadores cresce 10% nas eleições 2018

 

Fonte: Terra

BRASÍLIA – Na primeira eleição geral sem a doação de empresas, o número de eleitores que se dispuseram a colocar a mão no bolso por algum candidato aumentou 10% em relação à disputa de 2014. O valor doado, porém, caiu em mais de um terço, segundo levantamento feito pelo Estado com base nas prestações de contas enviadas ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

 

Vendendo desenhos, jovem russo viaja por 20 países para realizar sonho de conhecer a Antártida

 

Fonte: G1

Sabe aquela história do morador da cidade pequena que sonha conhecer a cidade grande? É mais ou menos esse o caso do artista russo Eduard Kolupaiko, de 23 anos. Mas com uma pequena diferença. Ele mora em Belogorsk, uma cidadezinha de 72 mil habitantes na Rússia. E a “cidade grande” que ele sonha conhecer é, na verdade, um continente: a Antártica.

E por que esse sonho? Numa mensagem de texto, pelo celular, ele explicou: “Sempre achei interessante estar no meio da neve, do gelo. Tenho curiosidade em tocar e sentir com as próprias mãos toda a atmosfera do desconhecido. A vida lá é completamente diferente. É como outro planeta”.

Para pisar no continente gelado, ele já teria, de início, uma dificuldade e tanto: mais ou menos 17 mil quilômetros separam a Rússia da Antártica. Mas avião tá aí pra isso mesmo, né? O problema é dinheiro pra bancar uma viagem dessa. Eduard vive dos desenhos que faz e vende pelas ruas, não tem grana suficiente.

Desenho feito por Eduard — Foto: Arquivo pessoal

Desenho feito por Eduard — Foto: Arquivo pessoal

Na verdade, ele estava só com o equivalente a dez dólares no bolso quando, em maio do ano passado, decidiu que iria atrás da realização desse sonho. E foi. Saiu andando e pedindo caronas. O orçamento acabou no quinto dia (sim, Eduard é um cara bem econômico).

Mas ele tinha outra moeda: os desenhos. Começou a vender a arte dele. E também a fazer “bicos” como garçom, faxineiro… Assim, foi conseguindo dinheiro pra comprar passagens para trechos mais longos da viagem.

O jovem desenhista começou a jornada com apenas 10 dólares no bolso — Foto: Arquivo pessoal

O jovem desenhista começou a jornada com apenas 10 dólares no bolso — Foto: Arquivo pessoal

Já passou por mais de 20 países. Gastou cinco pares de tênis. Subiu o Kilimanjaro, o monte mais alto da África. Conheceu o Azerbaijão, a Turquia, o Egito… Fez um monte de amigos pelo caminho. No início deste mês, chegou à África do Sul. Lá, conheceu um brasileiro, o jornalista Vinícius de Assis, que deu uma ideia pra ele: vir para o Brasil, seguir até a fronteira do Rio Grande do Sul com a Argentina e alcançar a Antártica pelo Ushuaia.

Eduard desembarcou em São Paulo na semana passada. De carona em carona, já está em Curitiba (ou estava, na última vez que deu notícia).

Pegando caronas e vendendo desenhos, é assim que o Eduard segue viagem para realizar o sonho de conhecer a Antártida  — Foto: Arquivo pessoal

Pegando caronas e vendendo desenhos, é assim que o Eduard segue viagem para realizar o sonho de conhecer a Antártida — Foto: Arquivo pessoal

Pelas contas dele, só vai chegar à Antártica em fevereiro (quando a viagem vai estar perto de completar dois anos). Até lá, vai colecionar muitas histórias, novos amigos, obstáculos e descobertas.

“Eu não quero mais beber álcool e falar sobre coisas banais que as pessoas costumavam discutir no dia a dia. Eu não quero ser rico ou famoso na minha vida. Eu quero apenas viver e tentar ser útil para o mundo”, escreveu Eduard .

Cinco tênis depois de ter começado essa aventura, o jovem russo já descobriu que correr atrás desse sonho valeu a pena antes mesmo de pisar no gelo antártico. A viagem ao continente gelado virou uma grande jornada por dentro dele mesmo.

 

BTS, grupo de K-Pop, anuncia que o filme ‘Burn the stage: The movie’ vai estrear em 15 de novembro

 

Fonte: G1

A boy band sul-coreana BTS, fenômeno do K-Pop, anunciou a data de lançamento nos cinemas de um filme que retrata a trajetória do grupo. “Burn the stage – The movie” está previsto para entrar em cartaz em 15 de novembro.

Um post no Twitter oficial do BTS de 12 de outubro descreve o material como “uma jornada de 40 shows em 19 cidades com mais de 550 mil pessoas gritando no público, fazendo uma história que deu asas a sete garotos”.

Com direção de Park Jun Soo e produção da Big Hit Entertainment / Camp Entertairment, “Burn the stage” retrata a turnê “The Wings Tour 2017 BTS Live Trilogy Episode III”.

O documentário parte de uma série sobre o BTS produzida para o YouTube.

 

Entregas de jatos comerciais da Embraer caem 40% no 3º trimestre

 

Fonte: Jornal Extra

SÃO PAULO (Reuters) – A Embraer informou nesta sexta-feira uma queda de 40 por cento nas entregas de aeronaves a companhias aéreas, além de um recuo de 27,7 por cento na carteira de pedidos firmes a entregar.

A companhia, que discute com a norte-americana Boeing a venda de sua divisão de aviação comercial, a principal da empresa, entregou 15 jatos comerciais de julho ao final de setembro ante 25 aviões no mesmo período de 2017.

As entregas de jatos executivos, porém, cresceram de 20 para 24 unidades, embora as unidades deste segmento sejam de menor porte que os aviões comerciais.

No acumulado do ano, a Embraer entregou até o final de setembro 57 jatos comerciais e 55 aeronaves executivas ante 78 unidades na aviação comercial e 59 na executiva no mesmo período de 2017.

No terceiro trimestre, a Embraer acertou uma carta de intenção envolvendo pedido firme feito pela Helvetic Airways que encomendou 12 jatos comerciais E190-E2 e direitos de compra de outras 12 aeronaves do modelo. A empresa também recebeu encomenda de 25 jatos E175 da United Airlines. A companhia “continua trabalhando para converter em pedidos firmes a carta de intenção para 100 unidades do E175 para a Republic Airways, com a expectativa de que uma parte significativa dessas aeronaves seja incluída no backlog até o fim de 2018”, afirmou a fabricante brasileira em comunicado ao mercado.

A carteira de pedidos firmes a entregar da Embraer encerrou setembro em 13,6 bilhões de dólares ante 18,8 bilhões de dólares divulgados no mesmo período do ano passado. Segundo a companhia, 134 jatos foram retirados da carteira no terceiro trimestre por causa de dúvidas sobre encomenda de 100 aviões E175-E2 feita pela norte-americana Skywest.

As incertezas sobre a encomenda da Skywest ocorrem por causa de discussões envolvendo alterações da chamada “cláusula de escopo nos Estados Unidos para permitir que o E175-E2, que é mais pesado que o E175 atual, seja operado por companhias aéreas regionais sob contratos de compra de capacidade junto a grandes linhas aéreas, afirmou a Embraer. “A Skywest continua comprometida com o pedido”, acrescentou a empresa.

Outros 24 aviões retirados da carteira correspondem ao cancelamento de pedido feito pela norte-americana JetBlue, que decidiu em julho trocar os aviões da fabricante brasileira por modelos produzidos pela Airbus.

(Por Alberto Alerigi Jr.)

 

Estoque de maconha acaba em lojas do Canadá poucas horas após legalização

 

Fonte: VEJA

Já no primeiro dia de venda legal de maconha para uso recreativo no Canadá, muitos estabelecimentos autorizados viram seus estoques se esgotarem. Até mesmo lojas online ficaram sem produto diante da enorme demanda.

O país se tornou o segundo do mundo a legalizar o uso da droga, ao lado do Uruguai. O porte de até 30 gramas de maconha é agora autorizado. Os canadenses também podem cultivar até quatro plantas de cannabis em suas casas.

Clientes formaram filas enormes em frente das lojas na quarta-feira (17), o primeiro dia da legalização. Em alguns lugares, pessoas acamparam na frente dos estabelecimentos desde a noite anterior.

Pelo menos 111 lojas legalizadas devem ser inauguradas no país, mas nenhuma loja abrirá em Ontário, que inclui Toronto. A província mais populosa do Canadá ainda está aprovando as regras para a venda e não espera lojas até a próxima primavera.

Canadenses de todos os lugares também podem encomendar produtos de maconha através de sites administrados por províncias ou revendedores privados e recebê-los em suas casas pelo correio.

Diante da falta de produtos nas lojas físicas, muitos clientes recorreram ao comércio pela internet, mas também se decepcionaram. Os estoques das lojas online, que incluem até bebidas feitas a base de cannabis, também acabaram rapidamente.

Euforia

Os primeiros clientes no Canadá compraram suas gramas de cannabis legal já à meia-noite (22h30 de terça-feira, hora de Brasília) em Saint-Jean-de-Terre-Neuve, no leste do país.

Desafiando o frio, Ian Power chegou quatro horas antes para “fazer história”. “Era um sonho ser a primeira pessoa a comprar o primeiro grama legal de maconha no Canadá, e aqui estou finalmente”, declarou aos jornalistas reunidos no local. “Estou tão emocionado que não consigo parar de sorrir”, disse.

Embora na província de Quebec, as lojas da estatal Sociedade da Cannabis Quebequense, a SQDC, tenham aberto às 10h00 locais de quarta, os primeiros clientes acamparam nas portas dos estabelecimentos desde a noite anterior.

A SQDC tinha antecipado 4.000 pedidos por dia, mas no fim da tarde do primeiro dia de vendas informou que já tinha recebido 18.000.

Em Montreal, em frente à sucursal da rua Sainte-Catherine, uma das principais avenidas da cidade, Mathieu aguardava desde as três da manhã. “É histórico, queria estar aqui”.

Dezenas de pessoas faziam fila pacientemente desde o amanhecer na calçada. Em cadeiras dobráveis, vários matavam o tempo fumando.

“Há temos devia ter sido legalizada. Fumo desde que tenho 15 anos, estou com 33 (…) Tenho 300 dólares no bolso”, acrescenta Mathieu.

As novas leis

A legalização foi uma promessa de campanha do primeiro-ministro Justin Trudeau. As leis, aprovadas pelo Parlamento em junho, regulam a produção, a comercialização e o consumo da droga.

O governo canadense permitiu a cada província organizar o comércio da erva, mas há vários modelos em todo o país para um mercado avaliado em 4,6 bilhões de dólares por ano.

Pelas normas gerais, os canadenses precisam ter 18 anos para comprar maconha. Porém, há províncias que elevaram a exigência da idade para 21 anos, como Quebec.

Em qualquer lugar do país, contudo, a maconha não pode ser vendida nos mesmos locais onde se pode comprar álcool ou tabaco.

O objetivo da legalização, segundo seus defensores, é acabar com o mercado negro e diminuir o consumo de maconha entre os jovens. Médicos e agentes de saúde pública do governo que se opuseram às novas leis, contudo, dizem que o consumo da droga pode ser tão prejudicial à saúde quanto o tabaco.

“Quando as pessoas começarem a ver as consequências (da legalização), culparão Trudeau pelos fracassos”, comentou o líder opositor conservador Andrew Scheer.

Bilhões de dólares foram investidos nesta nova indústria nos últimos meses. A líder do mercado, Canopy Growth, aumentou em 448% seu lucro em um ano.

Parece inevitável que os 120 produtores atualmente autorizados não se vejam sobrecarregados pela demanda imediata. Mas, para Bill Blair, o ministro encarregado da redução do crime organizado, é possível eliminar 25% do mercado negro até o final de 2018 e cerca da metade no decorrer de um ano.

“Muitas pessoas pensam que a legalização é um evento, mas é um processo”, disse Blair à AFP. “Por quase um século, grupos criminosos controlaram todo o mercado”, lembrou. “Eles não vão desaparecer silenciosamente da noite para o dia”, acrescentou, assegurando que eles ganharam vários bilhões de dólares todos os anos.

“Mas o fato de que algumas pessoas queiram se agarrar a um modelo de proibição que levou as taxas mais altas de consumo de maconha em qualquer país do mundo é um pouco chocante para mim”, disse.

Segundo o ministério da Justiça, eliminar o mercado negro levará ao menos quatro anos.

Advertência dos EUA

Enquanto isso, o Escritório de Alfândega e Proteção Fronteiriço dos Estados Unidos (CBP) advertiu que não vai admitir a entrada de canadenses que cheguem com a intenção de “ajudar a proliferação do negócio da maconha” na nação vizinha, e que a droga segue sendo ilegal segundo a lei federal, apesar do uso autorizado em alguns estados e localidades.

“Se um canadense está vindo aos Estados Unidos e não tem nada a ver com a indústria da maconha ou a proliferação desta indústria, essa pessoa geralmente será considerada admissível”, esclareceu o funcionário do CBP Christopher Perry em coletiva de imprensa em Detroit, Michigan (na fronteira canadense).

(Com AFP)

 

TSE abre ação do PT contra Bolsonaro, mas nega busca e apreensão em empresas

 

Fonte: G1

O ministro Jorge Mussi, corregedor do Tribunal Superior Eleitoral, deu prosseguimento à ação apresentada pela campanha do candidato a presidente pelo PT, Fernando Haddad, contra o adversário Jair Bolsonaro (PSL), mas rejeitou todos os pedidos de investigação e quebra de sigilo feitos pelo PT.

De acordo com a decisão de Jorge Mussi, a concessão de liminares (decisões provisórias) antes de se ouvir a outra parte deve ser feita com cautela, e o pedido do PT é baseado em reportagens jornalísticas que, segundo o ministro, não permitem neste momento demonstrar a veracidade das suspeitas.

Jorge Mussi destacou que a questão será analisada “em momento próprio”, durante o curso da ação. O ministro determinou que Bolsonaro responda aos questionametnos do PT no prazo previsto em lei, de cinco dias consecutivos.

Após a resposta de Bolsonaro, o corregedor vai analisar a necessidade de novas provas. A ação terá de ser julgada pelo TSE, em data ainda não prevista.

A ação

Na ação, o PT acusa o rival de abuso de poder econômico e uso indevido dos meios de comunicação e pede que, se eleito, Bolsonaro seja cassado e, em qualquer situação, fique inelegível por oito anos.

O pedido foi apresentado em razão de reportagem publicada nesta quinta-feira (18) pelo jornal “Folha de S.Paulo”. A reportagem relata casos de empresas apoiadoras de Bolsonaro que supostamente compraram pacotes de disparo de mensagens contra o PT por meio do aplicativo WhatsApp.

Essa prática, em tese, pode ser ilegal, caso seja considerada pela Justiça doação de campanha feita por empresas. Desde 2015, empresas estão proibidas de fazer doação eleitoral.

Busca e apreensão negadas

O ministro negou pedido de busca e apreensão de documentos na casa do empresário Luciano Hang e na sede da empresa dele, a Havan, conforme havia pedido a campanha de Haddad.

Ele também rejeitou, por enquanto, quebra de sigilos bancário, telefônico e telemático de Hang e de outras quatro empresas que supostamente teriam beneficiado Bolsonaro – Quick Mobile, Yacows, Croc Services e SmsMarket.

Mas o ministro incluiu na ação, como investigados, dez executivos ligados às empresas, que também deverão apresentar defesa, no prazo de cinco dias após terem sido notificados.

Jorge Mussi ainda negou outro pedido do PT – para que o WhatsApp impedisse o disparo em massa de mensagens ofensivas a Fernando Haddad.

“O TSE tem se orientado, quanto ao tema, no sentido de prestigiar a liberdade de manifestação do pensamento, de expressão e de informação”, argumentou na decisão.

Bolsonaro nega irregularidades

A campanha de Jair Bolsonaro nega irregularidades. Nesta quinta-feira, ao site O Antagonista, o candidato do PSL afirmou:

“Eu não tenho controle se tem empresário simpático a mim fazendo isso. Eu sei que fere a legislação. Mas eu não tenho controle, não tenho como saber e tomar providência. Pode ser gente até ligada à esquerda que diz que está comigo para tentar complicar a minha vida me denunciando por abuso de poder econômico.”

O presidente do PSL, partido de Bolsonaro, Gustavo Bebianno, negou qualquer iniciativa do gênero, isentou a legenda e disse que Haddad, terá que provar a acusação.

De acordo com Bebianno, a história é “ridícula”. “Não faz parte de nossa política. Nunca fizemos qualquer tipo de impulsionamento. Nossa campanha é orgânica. Voluntários do Brasil inteiro”.

 

Crânio de Luzia, fóssil humano mais antigo das Américas, é encontrado nos escombros do Museu Nacional

 

Fonte: O Globo

A equipe de pesquisa do Museu Nacional encontrou o crânio de Luzia, o fóssil humano mais antigo das Américas. O anúncio foi feito no início da tarde desta sexta-feira por Cláudia Rodrigues, profissional da equipe de escavamento da instituição, que pegou fogo no último dia 2 de setembro. Segundo ela, porém, o fóssil sofreu alterações decorrentes do incêndio que devastou a maior parte do acervo de 20 milhões de itens do museu.

— Nós conseguimos recuperar o crânio de Luzia. É claro que, em virtude do acontecimento, sofreu algumas alterações, tem alguns danos. Mas nós estamos comemorando — disse Cláudia Rodrigues, professora que integra o Museu Nacional. — O crânio foi encontrado fragmentado, e a gente vai trabalhar na reconstituição. Pelo menos 80% dos fragmentos foram identificados — continuou ela.

Segundo Cláudia, o crânio foi encontrado há alguns dias e está em melhores condições do que se imaginava.

O crânio de Luzia, que estava no Museu Nacional: fragmentos encontrados serão submetidos a exame Foto: Marizilda Cruppe / Agência O Globo - 03/07/2003
O crânio de Luzia, que estava no Museu Nacional: fragmentos encontrados serão submetidos a exame Foto: Marizilda Cruppe / Agência O Globo – 03/07/2003

Buscas por Luzia

Desde o incêndio, funcionários do museu e a comunidade científica estão mobilizados em busca de Luzia, como foi batizado o crânio de uma mulher que viveu há mais de 11 mil anos. Já se sabe que toda a coleção egípcia, um dos símbolos da instituição, virou cinzas. As coleções de vertebrados, invertebrados e insetos foram preservadas.

Fragmentos de dinossauro encontrados

O GLOBO mostrou nesta quinta-feira que, 45 dias depois do incêndio transformar em cinzas o Museu Nacional, outra notícia tinha animado os funcionários: pesquisadores encarregados de vasculhar os escombros em busca de material que tenha escapado das chamas encontraram restos de um dinossauro. Os fragmentos ainda precisam passar por uma análise detalhada.

Uma das hipóteses é que eles sejam do Maxakalisaurus topai , um gigante herbívoro que media 13 metros e vivia na América do Sul há 80 milhões de anos. O animal era o destaque da sala dos dinossauros da instituição, que tinha em exibição também um exemplar de um carnívoro,Angaturama limai, e uma réplica do maior réptil voador da América do Sul, o Tropeognathus mesembrinus.

 

56% dos candidatos do Enem 2018 terão que adiantar o relógio para o horário de verão no dia da prova

 

Fonte: G1

No dia 4 de novembro, primeiro dia de provas do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), mais de 3 milhões de candidatos precisarão adiantar o relógio em uma hora para se adequar ao horário de verão, que nesse ano coincide com o exame do MEC. Eles representam 56% do total de 5,5 milhões de candidatos com inscrição confirmada nas provas.

Horário de verão e o Enem 2018
56% dos candidatos do Enem moram em estados em que haverá horário de verão
Candidatos em estados COM horário de verão: 3.087.626
Candidatos em estados SEM horário de verão: 2.426.036
Fonte: Inep

Onde haverá horário de verão?

O horário de verão entrará em vigor em dez estados, além do Distrito Federal:

  • Região Sul: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná
  • Região Sudeste: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais
  • Região Centro-Oeste: Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal

No total, 3.087.626 candidatos do Enem 2018 vivem nesses locais.

Juntos, os estados de São Paulo e Minas Gerais concentram metade dos inscritos que terão que adiantar o relógio no dia da prova.

Desses estados, porém, nem todos estarão no horário de Brasília. Como o horário local em Mato Grosso e Mato Grosso do Sul atualmente já está uma hora atrás de Brasília, essa diferença continua igual. Isso quer dizer que o fechamento dos portões nesses dois estados acontece às 12h do horário local.

Horário das provas (horário OFICIAL de Brasília)

  • Horário das provas (horário OFICIAL de Brasília)
  • Abertura dos portões: 12h (horário de Brasília)
  • Fechamento dos portões: 13h (horário de Brasília)
  • Início das provas: 13h30 (horário de Brasília)
  • Saída permitida a partir das 15h30 sem o caderno de provas.
  • Saída liberada com o cartão de provas: 18h30 (horário de Brasília)
  • Fim da prova: 19h (horário de Brasília)

E o resto do Brasil?

Os demais estados não precisarão mudar o relógio em 4 de novembro, mas os 2,4 milhões de candidatos que farão as provas nessas regiões terão que se ajustar à nova diferença de fuso em relação ao horário oficial de Brasília.

Atualmente, 14 estados estão no mesmo horário que Brasília, mas, no primeiro dia do Enem, eles passarão a estar uma hora atrás. Portanto, o horário local de fechamento será, também, uma hora antes. Outros três estados estarão duas horas atrás e, no Acre e em 13 municípios do Amazonas, essa diferença será de três horas.

Veja abaixo a lista com os horários locais de fechamento dos portões em cada estado do Brasil:

13h (fechamento dos portões no horário local)

  • Distrito Federal
  • Espírito Santo
  • Goiás
  • Minas Gerais
  • Paraná
  • Rio de Janeiro
  • Rio Grande do Sul
  • Santa Catarina
  • São Paulo

12h (fechamento dos portões no horário local)

  • Alagoas
  • Amapá
  • Bahia
  • Ceará
  • Maranhão
  • Mato Grosso
  • Mato Grosso do Sul
  • Pará
  • Paraíba
  • Pernambuco
  • Piauí
  • Rio Grande do Norte
  • Sergipe
  • Tocantins

11h (fechamento dos portões no horário local)

  • Amazonas (com exceção de 13 municípios abaixo)
  • Rondônia
  • Roraima

10h (fechamento dos portões no horário local)

  • Acre
  • Amazonas (13 municípios da região sudoeste: Atalaia do Norte, Benjamin Constant, Boca do Acre, Eirunepé, Envira, Guajará, Ipixuna, Itamarati, Jutaí, Lábrea, Pauini, São Paulo de Olivença e Tabatinga)
Enem 2018: veja o horário LOCAL de fechamento dos portões do exame nos dias 4 e 11 de novembro — Foto: Arte G1

Enem 2018: veja o horário LOCAL de fechamento dos portões do exame nos dias 4 e 11 de novembro — Foto: Arte G1

 

PDT prepara ação para anular eleição; PT quer investigação do TSE

 

Fonte: R7 Notícias 

O presidente do PDT, Carlos Lupi, afirmou nesta quinta-feira (18) que o partido prepara uma ação para pedir à Justiça Eleitoral a anulação das eleições deste ano após as denúncias de práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha do candidato do PSL, Jair Bolsonaro. O mesmo fato motivou uma nota na qual o PT cobra um posicionamento do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) sobre o caso.

“É uma ação coordenada para influir no processo eleitoral, que não pode ser ignorada pela Justiça Eleitoral nem ficar impune”, diz a nota assinada pela Executiva do PT.

Adversário de Bolsonaro no segundo turno da disputa pelo Planalto, Fernando Haddad, acusou o adversário de criar uma “organização criminosa com empresários que, mediante caixa dois, dinheiro sujo, estão patrocinando mensagens mentirosas no WhatsApp”.

O PDT, que teve o candidato Ciro Gomes em terceiro lugar no primeiro turno da disputa pelo Palácio do Planalto, ainda estuda a forma e o conteúdo da peça a ser apresentada ao TSE. “Estamos preparando uma ação. Ainda não está pronta, o jurídico está examinando o termo exato e por isso ainda não soltei”, disse Lupi.

O caso

Uma reportagem do jornal Folha de S.Paulo divulgada nesta quinta-feira apontou práticas ilícitas no uso de redes sociais por parte da campanha de Bolsonaro.

De acordo com a publicação, empresários têm bancado a compra de distribuição de mensagens contra o PT e a favor de Bolsonaro por WhatsApp, em uma prática que se chama pacote de disparos em massa de mensagens, e estariam preparando uma operação para a próxima semana, antes do segundo turno.

A campanha de Bolsonaro não se manifestou de imediato sobre as denúncias, mas um dos filhos do presidenciável disse em mensagem no Twitter que o jornal e o PT contam meias-verdades ou mentiras descontextualizadas. “Vão perder a boquinha que o partido mais corrupto do Brasil bancou ao longo de seu tempo no poder!”, escreveu o vereador Carlos Bolsonaro.

 

Primeira missão europeia a Mercúrio é lançada no sábado com ciência e tecnologia portuguesas

 

Fonte: Diário de Notícias

A primeira missão europeia que vai estudar Mercúrio, o planeta mais pequeno e mais próximo do Sol, vai ser lançada no sábado, e nela participa uma cientista e uma empresa portuguesas.

A astrofísica Joana S. Oliveira faz parte da equipa científica da missão BepiColombo da Agência Espacial Europeia (ESA), e a empresa Efacec construiu um equipamento eletrónico que irá monitorizar a radiação espacial durante a viagem e a operação de um dos satélites.

A missão, conjunta da ESA e da agência espacial japonesa JAXA, integra duas sondas, cujo lançamento está previsto para as 02:45 (hora de Lisboa) da base de Kourou, na Guiana Francesa, a bordo de um foguetão Ariane 5.

As sondas só vão estar a orbitar o planeta sete anos após o seu lançamento. Uma, da ESA, vai estudar a superfície, o interior e a camada mais externa da atmosfera (exosfera) de Mercúrio. A outra, da JAXA, vai analisar a magnetosfera (região a maior altitude que envolve o planeta).

Justificando à Lusa a relevância da missão, a investigadora Joana S. Oliveira disse que “Mercúrio é uma peça do ‘puzzle’ muito importante para perceber a evolução do Sistema Solar”, uma vez que é o único planeta rochoso, além da Terra, que “possui um campo magnético global com origem num mecanismo de dínamo no núcleo líquido”.

Para se compreender como vai evoluir o campo magnético da Terra, que protege o planeta da radiação solar intensa, é necessário “perceber como funciona o mecanismo que produz o campo magnético nos diferentes planetas”, adiantou.

De acordo com a cientista portuguesa, há questões que ficaram por responder com a sonda MESSENGER da agência espacial norte-americana NASA, que esteve em órbita de Mercúrio durante quatro anos, entre 2011 e 2015.

Joana S. Oliveira salientou que “não foram feitas medições do campo magnético no hemisfério sul do planeta devido à órbita excêntrica da sonda”, que tinha de se distanciar de Mercúrio para arrefecer e “manter uma temperatura funcional”.

Também por causa da órbita da MESSENGER, o campo magnético das rochas de Mercúrio só foi mapeado “numa banda de latitude muito pequena”.

A missão BepiColombo, assim designada em homenagem ao matemático e engenheiro italiano Giuseppe (Bepi) Colombo (1920-1984) que se debruçou sobre Mercúrio, irá recolher dados durante um ano, prazo que poderá ser estendido por mais 12 meses.

Durante a viagem, as sondas vão aproximar-se da Terra e de Vénus antes de passarem seis vezes por Mercúrio e ficarem a girar em torno dele.

A sonda da ESA tem incorporado um equipamento eletrónico fabricado e testado pela Efacec “capaz de detetar o impacto de partículas energéticas como protões e eletrões”, explicou à Lusa João Costa Pinto, da direção de projetos para o Espaço da empresa, acrescentando que o engenho distingue as partículas e determina “a gama de energias em que se encontram”.

O equipamento, que monitoriza a radiação espacial ao medir a quantidade de partículas energéticas geradas pelo Sol, permite tomar medidas como “desligar aparelhos mais sensíveis durante os períodos de maior atividade solar” e evitar que se estraguem.

 

TRT condena banco a pagar R$ 30 mil por perseguição de gerente a funcionária no RN

 

Fonte: G1 RN

O Tribunal Regional do Trabalho (TRT) do Rio Grande do Norte condenou o Banco do Brasil a pagar R$ 30 mil como indenização por dano moral a uma ex-funcionária, vítima de perseguição “sistemática” de um superior imediato. A decisão da 1ª Turma manteve a condenação da 12ª Vara do Trabalho de Natal.

No processo, a gerente contou que trabalhou no banco entre 1986 e 2016, ano em que se aposentou. Ela contou que assumiu em 2001 a função de gerente de relacionamento sem nenhum problema, até a chegada, em 2013, de um novo gerente-geral, que teria iniciado “uma conduta desonrosa” de perseguição, sem nenhuma razão aparente.

Em sua defesa, o Banco do Brasil negou a ocorrência do assédio e argumentou que as alegações da ex-gerente não seriam verdadeiras e atingiriam a dignidade íntima do gerente-geral.

No entanto, para a juíza convocada Daniela Lustoza Marques de Souza, relatora do processo no TRT-RN, “os depoimentos prestados denunciam que a bancária era alvo de tratamento discriminatório dentro de seu ambiente de trabalho”.

A juíza elencou uma série de comportamentos que comprovam a perseguição, como a exclusão da gerente em reuniões em que colegas de mesmo nível participavam e a ausência de envio de comunicações que deveriam ser de seu conhecimento.

Daniela Lustoza reconheceu, ainda, que a ex-gerente recebeu tratamento rude na frente de seus colegas e foi prejudicada por uma avaliação que impediu a sua ascensão salarial. Para a juíza, em virtude da “repetição de atos com a finalidade específica de desestabilização da empregada, mediante processo calculado e cruel, é cabível o deferimento de indenização em razão dos danos decorrentes de tal procedimento”.

TRT-RN, Tribunal Regional do Trabalho do RN — Foto: Divulgação/TRTTRT-RN, Tribunal Regional do Trabalho do RN — Foto: Divulgação/TRT

TRT-RN, Tribunal Regional do Trabalho do RN — Foto: Divulgação/TRT

 

Bolsonaro não irá a nenhum debate, diz presidente do PSL

 

Fonte: Terra

O presidente do PSL, Gustavo Bebianno, disse nesta quinta-feira, 18, que Jair Bolsonaro não participará de nenhum debate do 2º turno. Ele disse em coletiva de imprensa que o estado de saúde do candidato é de “absoluto desconforto” e que não deve ser submetido a “uma situação de alto estresse, sem nenhum motivo”.

 

Homem é preso suspeito de extorquir mulheres com fotos íntimas em troca de dinheiro ou sexo no RN

 

Fonte: G1 RN

Um homem de 28 anos foi preso nesta quinta-feira (18), na região metropolitana de Natal, suspeito de extorquir mulheres com fotos íntimas delas. Segundo a Polícia Civil, o golpista enganava as vítimas com perfis falsos nas redes sociais e, após conseguir a confiança, pedia imagens delas nuas. Com as fotos em mãos, para não divulgar as imagens, o homem exigia dinheiro ou até mesmo relações sexuais.

Pelo menos quatro vítimas foram identificadas pela Polícia Civil, até agora. As investigações da 1ª Delegacia de Polícia de Parnamirim têm um ano e meio. Segundo a polícia, o homem cobrava entre R$ 200 e R$ 500 para não divulgar as fotos e chegou até a pedir para ter relação sexual com algumas das mulheres para não espalhar as fotos.

Ele mora em Currais Novos, na região Seridó, mas foi preso em Parnamirim, nesta quinta-feira justamente após marcar um encontro com uma dessas vítimas e chegar ao município. A polícia foi avisada e prendeu o homem. Apesar do flagrante, já havia um mandato de prisão e de busca e apreensão aberto contra ele.

Potiguar fazia ameaças e extorquia mulheres após conseguir fotos íntimas — Foto: Reprodução/Divulgação Polícia Civil

Potiguar fazia ameaças e extorquia mulheres após conseguir fotos íntimas — Foto: Reprodução/Divulgação Polícia Civil

Conforme a polícia, o suspeito criava contas falsas sempre usando como primeiro nome “Gustavo”. Em algumas ocasiões, ele se passava por estudante de Medicina e, em outras, por aluno de Odontologia. Chegava, inclusive, a mandar fotos com jalecos para as vítimas. Depois de conseguir as imagens das mulheres, o homem passava a fazer ameaças.

Segundo a Polícia Civil, o homem deverá responder por tentativa de estupro, extorsão, ameaça e uso de documento falso.

Caso é investigado pela 1ª Delegacia de Polícia de Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

Caso é investigado pela 1ª Delegacia de Polícia de Parnamirim, na Grande Natal — Foto: Reprodução/Inter TV Cabugi

 

Médico diz que cabe a Bolsonaro decidir sobre participação em debates

 

Fonte: O Globo

Após uma nova avaliação clínica nesta quinta-feira, o médico responsável pelos cuidados do candidato à Presidência do PSL,Jair Bolsonaro , voltou a afirmar que a participação em debates de TV e em agendas públicas depende do próprio presidenciável. O deputado se recupera de um ataque a faca durante ato em Minas Gerais, em 6 de setembro, mas tem retomado compromissos de campanha em público.

A informação foi confirmada ao GLOBO pelo cirurgião Antonio Luiz Macedo, médico do Hospital Albert Einstein, de São Paulo, por um mensagem de WhatsApp, após ele ter deixado a casa de Bolsonaro sem falar com a imprensa. Questionado se o candidato poderia ir a debates e atos de campanha, o cirurgião respondeu: “depende dele.”

Um nota oficial, divulgada nesta quinta-feira após a visita de cerca de duas horas, informou que Bolsonaro foi submetido a uma avaliação médica multiprofissional, de exames de imagem e laboratoriais, que se mostraram estáveis. “Apresenta boa evolução clínica e a avaliação nutricional evidenciou melhora da composição corpórea, mas ainda exigindo suporte nutricional e fisioterapia”, registra o comunicado. A nota foi complementada quarenta minutos depois informando que a colostomia ainda “permanece como fator limitante relativo”.

Nesta quarta-feira, Bolsonaro saiu de casa e se encontrou com o cardeal arcebispo do Rio, Dom Orani Tempesta, na Arquidiocese do Rio. Em seguida, visitou a sede da Polícia Federal, na Zona Portuária do Rio. Lá, cumprimentou apoiadores, manteve o suspense sobre a participação nos debates e destacou que está “com a mão na faixa” da Presidência.

Na ocasião, Bolsonaro admitiu que não ir aos debates é estratégia de campanha já usada por candidatos em outras eleições, citando o ex-presidente Luiz Inácio Lula de Silva. “Agora vou debater com um cara que é um poste e um pau mandado do Lula? Tenha santa paciência”, disse. “Política é estratégia, lógico.”

Bolsonaro foi alvo de um ataque a faca, no dia 6 de setembro, em Juiz de Fora, cometido por Adélio Bispo de Oliveira, foi autuado em flagrante pela Polícia Federal com base na Lei de Segurança Nacional . O candidato do PSL recebeu alta do hospital Albert Einstein em 29 de setembro depois de passar 23 dias hospitalizado.

No dia 25 de setembro, o cirurgião já havia falado ao GLOBO que Bolsonaro estava em “ótimas condições” e poderia ir aos debates se quisesse. No dia 1° de agosto, também em conversa com a reportagem, voltou a dizer que não via problema na participação se o candidato mantivesse um bom estado de saúde.

Adversário de Bolsonaro no segundo turno, Fernando Haddad (PT) tem explorado na propaganda eleitoral e, durante entrevistas, que o seu rival tem receio de debater por não ter propostas para o país.

Há ainda dois debates agendados entre presidenciáveis na televisão, o da Record, neste domingo, dia 21, às 22h; e o da TV GLOBO, no próximo dia 26 de outubro, às 21h30min.

 

Grávida, Meghan Markle diz que já tem uma “longa lista” de nomes de bebês

 

Fonte: Hugo Gloss

Meghan Markle e Príncipe Harry anunciaram há poucos dias que esperam seu primeiro herdeiro e parece que o casal já está pensando em possíveis nomes para o bebê real que está por vir. Nesta quinta-feira (18), durante o terceiro dia de compromissos oficiais na viagem que fazem à Austrália, os Duques de Sussex foram questionados sobre possíveis nomes para o filho.

De acordo com a CNN, a pergunta foi feita por crianças enquanto o casal fazia uma viagem de bonde em Melbourne. “Recebemos uma longa lista de nomes de todos“, respondeu Meghan. “Nós vamos nos sentar e dar uma olhada neles“, acrescentou a ex-atriz.

Príncipe Harry e Meghan Markle conversam com estudantes da Albert Park Primary School, Port Melbourne Primary School e Elwood Secondary College durante viagem de bonde em Melbourne nesta quinta (18). (Foto: Chris Jackson – Pool/Getty Images)

Enquanto cumprimentavam alguns fãs na cidade, segundo o E News!, Harry e Meghan pararam para conversar com uma criança de cinco anos chamada Harriet e sua mãe Jessica. “Assim que apresentei minha filha a Harry, ele disse: ‘Esse é um ótimo nome’. Talvez eles escolham esse para o bebê deles, o que seria divertido“, contou a admiradora da família real.

Meghan, de 37 anos, e Harry, de 34, pegaram o bonde até a praia para encontrar salva-vidas e voluntários de Beachpatrol, uma organização que mantém as praias limpas. No início do dia, o casal visitou o Royal Botanic Gardens, no Palácio do Governo; um restaurante da comunidade e uma escola primária, antes de assistir a uma exibição de futebol do Australian Rules por membros da campanha ‘This Girl Can’.

Como todos devem saber, os pombinhos estão numa “turnê real” de 16 dias e, além de passarem pela Austrália, vão visitar a Nova Zelândia, Fiji e Tonga.

 

Governo decide manter começo do horário de verão em 4 de novembro

 

Fonte: Agencia Brasil

O Palácio do Planalto informou nesta terça-feira (15) que o início do horário de verão será mantido no dia 4 de novembro, cancelando um novo adiamento.

Geralmente, o horário começa em outubro, mas foi adiado para novembro em virtude do segundo turno das eleições. No começo do mês, o governo federal chegou a anunciar que adiou o início do horário de verão para o dia 18 de novembro por causa de um pedido feito pelo Ministério da Educação para não prejudicar os candidatos do Enem. O exame será aplicado em dois domingos. O primeiro deles será o dia 4 de novembro.

O ministro da Educação, Rossieli Soares, já contava com o adiamento e chegou a comemorá-lo. “Candidatos terão mais tranquilidade para fazer as provas! Caso o horário de verão iniciasse no primeiro dia de provas do Enem, como estava previsto, muito provavelmente acarretaria prejuízos aos participantes”, disse nas redes sociais no início de outubro.

A negativa do Planalto ao pedido veio após estudo de viabilidade feito pelos ministérios de Minas e Energia e Transportes. Segundo a assessoria do Planalto, a análise dos ministérios concluiu a inviabilidade de nova mudança no horário de verão, sem detalhes da decisão.

Na época em que foi anunciado o adiamento para 18 de novembro, a medida foi criticada pela Associação Brasileira das Empresas Aéreas (Abear). Segundo a associação, a mudança da data acarretaria “sérias consequências” ao planejamento das operações e, consequentemente, para quem adquiriu passagens antecipadamente, afetando 3 milhões de passageiros.

Ajustar o relógio

No horário de verão, os relógios devem ser adiantados em uma hora. O horário é adotado nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Espírito Santo, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e no Distrito Federal.

 

Cunhado é preso e confessa morte de menina de 12 anos desaparecida há quase um mês no RN, diz delegado

 

Fonte: G1

Uma ossada humana que foi encontrada na tarde desta quarta-feira (17) em Apodi, na região Oeste potiguar, pode ser da menina Maria Carla da Silva, de 12 anos, desaparecida há quase um mês no município. Um cunhado dela foi preso e confessou o crime, segundo o delegado Rafael Câmara, responsável pelas investigações.

“Pedimos a prisão cautelar dele e estamos aguardando”, informou o delegado, após confirmar que o suspeito confessou o crime. Rafael também preferiu não adiantar qual seria a motivação da morte.

Familiares contaram que a menina está sumida desde o dia 18 de setembro. Ela recebeu uma ligação telefônica e saiu de casa para ir à casa da irmã dela, porém não chegou ao destino. Os parentes também disseram que não havia motivo para Maria Carla fugir de casa.

As informações sobre a investigação foram mantidas em segredo a maior parte do tempo pelo delegado Rafael Câmara, desde o início do caso. De acordo com ele, cerca de 20 pessoas foram ouvidas, porém houve muitos trotes e informações falsas circulando na cidade.

 

Incêndio atinge depósito da Caern na Grande Natal

 

Fonte: G1

Um incêndio atingiu um depósito da Companhia de Águas e Esgotos do Rio Grande do Norte (Caern) que fica no bairro de Nova Parnamirim, na Grande Natal, na tarde desta quarta-feira (17). As chamas atingiram encanamentos guardados no local, mas ninguém se feriu.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, as chamas começaram em uma mata, por volta do meio-dia e se alastraram para uma pilha de canos feitos de fibra de vidro. A suspeita é de que o fogo tenha sido provocado por um cigarro. Até o momento, a Caern não calculou prejuízos.

O incêndio foi controlado por viaturas auto bomba tanque do Corpo de Bombeiros.

 

Trump ameaça fechar fronteira com o México para evitar imigração ilegal

 

Fonte: G1

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, ameaçou nesta quinta-feira (18) enviar militares para fechar a fronteira com o México para evitar imigração ilegal em um momento em que uma grande caravana com imigrantes, que partiu de Honduras, segue na direção do território americano.

Trump voltou a acusar o Partido Democrata de permitir “fronteiras abertas” e defender as “frágeis leis existentes”. Segundo ele, as lideranças do partido estariam fazendo pouco para conter a entrada no país de um grande grupo de imigrantes, vindos de países como a Guatemala, Honduras e El Salvador. Nesse grupo estaria inclusive criminosos, de acordo com o presidente.

O presidente americano afirmou em publicação no Twitter que pode interromper todas as ajudas a esses países latinos, “que parecem não ter quase nenhum controle sobre sua população”.

“Eu preciso, nos termos mais fortes, pedir que o México interrompa esse ataque. E, se for incapaz de fazê-lo, eu chamarei as Forças Armadas dos Estados Unidos e fecharei nossa fronteira sul”, escreveu Trump.

Na quarta-feira (17), Trump já tinha ameaçado cortar as ajudas de Honduras caso o grupo de imigrantes, que já estava na Guatemala, chegasse à fronteira com o México.

O grupo com cerca de mil hondurenhos partiu na sexta-feira (12) de San Pedro Sula, no norte de Honduras, motivados pela falta de segurança e pela busca de melhores condições de vida. O número de participantes já teria subido para 2 mil, segundo o jornal “The Washington Post”.

Com as ameaças, Trump tenta evitar que se repita a situação vivida em março com outra caravana migrante que percorreu o México para chegar aos EUA. Naquele caso, a cidade mexicana de Tapachula foi o ponto de partida de um grande grupo de migrantes centro-americanos que também partiu rumo aos Estados Unidos com cerca de 1.200 participantes.

 

União vai ceder terreno para Museu Nacional retomar atividades

 

Fonte: Agencia Brasil

O Ministério do Planejamento informou nesta quarta-feira (17) que a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) vai ceder um terreno para o Museu Nacional, no Rio de Janeiro. O objetivo é retomar parte das atividades de pesquisa do museu que foi completamente destruído por um incêndio ocorrido em 2 de setembro.

A doação do terreno foi reivindicada pela direção do museu e integra a primeira etapa de reconstrução da instituição. O ministério formalizou hoje a liberação da área da União e disse que será iniciado o processo para a cessão de uso do imóvel.

Segundo o diretor do Museu, Alexander Kellner, o terreno deve abrigar os departamentos administrativos e laboratórios de paleontologia, geologia, entomologia, ciências biológicas e sociais. Também está prevista a construção de um centro de visitação para estudantes. Por ano, cerca de 20 mil alunos visitam o museu.

Segundo o ministério, o terreno tem 49,3 mil metros quadrados (m²) e fica localizado próximo ao museu, na rua Bartolomeu Gusmão, no bairro de São Cristóvão. Uma parte da área (10 mil m²) será ocupada pela área de transporte do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ), que também havia feito uma solicitação à Secretaria do Patrimônio da União.

O Museu e o Tribunal firmarão um convênio de cooperação técnica para viabilizar a construção dos contêineres dos laboratórios e do centro de visitação. Para a instalação das áreas, serão utilizados R$ 2,2 milhões de recursos do Fundo de Penas Pecuniárias do TJRJ.

Mais recursos

Depois de participar de evento de entrega da Ordem Nacional do Mérito Científico no Palácio do Planalto, Alexander Kellner disse que já foram liberados R$ 8,9 milhões para a Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), responsável pela gestão do museu, para que os pesquisadores possam entrar no prédio e resgatar o acervo que ainda está sob os escombros do incêndio.

Kellner também informou que ontem houve uma reunião de integrantes da UFRJ e parlamentares da bancada do Rio de Janeiro para pedir apoio para a aprovação de mais recursos para a recuperação do museu.

“Eles foram extremamente sensíveis. Estamos falando da ordem de R$ 50 milhões que seriam destinados à recuperação daquela primeira parte do Palácio, a mais histórica, onde tinha a sala do trono, a sala do imperador, os aposentos dos imperadores. Se recebermos esse dinheiro, vamos ter boas notícias para o ano que vem”, disse Kellner.

O diretor disse ainda que está aguardando a criação do fundo patrimonial que deve viabilizar a liberação de recursos emergenciais para a recuperação do museu e pediu apoio aos presidenciáveis, por meio de carta.

*Colaborou Marcelo Brandão

 

Após assalto em clínica, bandidos batem carro na Zona Oeste de Natal

 

Fonte: G1

Três bandidos assaltaram uma clínica na manhã desta quarta-feira (17) na Zona Oeste de Natal. A Polícia Militar foi chamada e houve perseguição pelas ruas do bairro Felipe Camarão. Os criminosos perderam o controle do carro em que estavam e bateram no muro de uma casa. Ninguém ficou ferido e ninguém foi preso.

Segundo a assessoria de comunicação da PM, o trio conseguiu escapar, mas o carro que era roubado, um Hyundai Ix35, e os materiais levados da clínica foram recuperados.

 

Ibope – RN, votos válidos: Fátima, 54%; Carlos Eduardo, 46%

 

Fonte: G1

O Ibope divulgou nesta quarta-feira (17) o resultado da primeira pesquisa do instituto sobre o segundo turno da eleição para o governo do Rio Grande do Norte. O levantamento foi realizado entre o domingo (14) e terça-feira (16) e tem margem de erro de 3 pontos, para mais ou para menos.

Nos votos válidos, os resultados foram os seguintes:

  • Fátima Bezerra (PT): 54%
  • Carlos Eduardo (PDT): 46%

Para calcular os votos válidos, são excluídos da amostra os votos brancos, os nulos e os eleitores que se declaram indecisos. O procedimento é o mesmo utilizado pela Justiça Eleitoral para divulgar o resultado oficial da eleição. Para vencer no 2º turno, um candidato precisa de 50% dos votos válidos mais um voto.

Votos totais

Nos votos totais, os resultados foram os seguintes:

  • Fátima Bezerra (PT): 48%
  • Carlos Eduardo (PDT): 42%
  • Em branco/nulo: 8%
  • Não sabe: 2%

Nos votos totais, Fátima e Carlos Eduardo estão empatados no limite da margem de erro.

Rejeição

A pesquisa também apontou o potencial de voto e rejeição para governador. O Ibope perguntou: “Para cada um dos candidatos a governador do Rio Grande do Norte citados, gostaria que o(a) sr(a) dissesse qual destas frases melhor descreve a sua opinião sobre ele“?

Carlos Eduardo (PDT)

  • Com certeza votaria nele para governador do RN – 33%
  • Poderia votar nele para governador do RN – 18%
  • Não votaria nele de jeito nenhum para governador do RN – 31%
  • Não o conhece o suficiente para opinar – 14%
  • Não sabem ou preferem não opinar – 3%

Fátima Bezerra (PT)

  • Com certeza votaria nela para governadora do RN – 38%
  • Poderia votar nela para governadora do RN – 15%
  • Não votaria nela de jeito nenhum para governadora do RN – 33%
  • Não a conhece o suficiente para opinar – 10%
  • Não sabem ou preferem não opinar – 3%

Sobre a pesquisa

  • Margem de erro: 3 pontos percentuais para mais ou para menos
  • Entrevistados: 812 pessoas em 40 cidades
  • Quando a pesquisa foi feita: 14 a 16 de outubro
  • Registro TSE: BR-08202/2018
  • Registro no TRE/RN: RN‐07695/2018
  • Nível de confiança: 95%
  • Contratantes da pesquisa: Inter TV Costa Branca
  • O nível de confiança da pesquisa é de 95%. Isso quer dizer que há uma probabilidade de 95% de os resultados retratarem a realidade, considerando a margem de erro, que é de 2 pontos, para mais ou para menos.

 

Orquestra Sinfônica da UFRN realiza concerto no Hospital do Coração

 

Fonte: Agora RN

A Orquestra Sinfônica da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (OSUFRN), realiza nesta quinta-feira, 18, às 17h, um concerto oficial no pátio do Hospital do Coração em comemoração ao Dia do Médico. Na programação, peças de Mozart, Bahr e Vivaldi.

A apresentação é fruto de uma parceria entre a OSUFRN e o Hospital do Coração, que será uma das instituições apoiadoras da Orquestra na viagem para o Vaticano, que será realizada em dezembro.

Apresentação no Vaticano

A Orquestra Sinfônica da UFRN participará da audiência geral do Vaticano, com a presença do Papa Francisco, no dia 12 de dezembro. Esta será a segunda vez que a Orquestra se apresenta internacionalmente. A primeira aconteceu em 2015, na Alemanha.

 

Brasil lidera ranking de ligações de spam na América Latina, mostra estudo

 

Fonte: Agora RN

O Brasil é o país latino-americano em que as pessoas mais recebem ligações telefônicas classificadas de spam, segundo relatório elaborado por uma empresa de verificação de números de telefone. O principal motivo dessas ligações é oferecer serviços de telefonia e financeiros, afirma o documento feito com a base de dados do aplicativo Truecaller.

Líder em ligações spam, o Brasil apresenta aumento de 81% em relação ao número de casos registrados em 2017 – o que significa uma média de 37,5 chamadas ao mês por usuário.

O segundo lugar na América Latina pertence ao Chile, onde as ligaçõas desse tipo aumentaram 25% desde 2017, chegando a 21,9 chamadas mensais a cada portador de uma linha de telefone.

O México completa o pódio com a terceira posição. O relatório mostra que cada cliente no território mexicano recebe 20,9 ligações de spam ao mês, um aumento de 71% em relação ao ano passado.

O único caso entre os primeiros 10 do ranking que registrou queda é Porto Rico, que passou de uma média de 7,9 ligações mensais por usuário para 5,9 – redução de 25%.

Truecaller funciona através de informações concedidas diretamente pelos usuários, que em nível mundial já supera 300 milhões.

 

Mostra coletiva expõe 200 obras de artistas potiguares no Museu Café Filho em Natal

 

Fonte: G1 RN

A mostra coletiva “1º Salão de Outubro”, organizada pela Fundação José Augusto, estreia nesta quarta-feira (17) no Museu Café Filho, em Natal. A exposição abre às 18h e fica em cartaz até 30 de novembro, com entrada gratuita.

O público poderá ver 200 obras de artistas potiguares expostas no museu. Formas, cores e estéticas diferenciadas de nomes como Rosa MC, Paixão, Assis Marinho e Gilvan Fernandes estarão disponíveis na mostra.

Serviço

O quê: 1º Salão de Outubro
Data: de 17 de outubro a 30 de novembro
Horário: na estreia, 18h; nos outros dias, 8h às 17h (terça a sexta-feira) e 9h às 16h (sábado e domingo)
Local: Museu Café Filho (Rua da Conceição – Cidade Alta)
Entrada: gratuita